O uso da “Horta na Escola” e ensino por investigação como ferramenta de ensino e aprendizagem em Bioquímica/Química de Alimentos

Maiara Ingrid Cavalcante Queiroz, André Gustavo Ribeiro Mendonça, Ana Catarina Rezende Leite

Resumo


Este  trabalho analisou o uso da horta no âmbito escolar aliado ao ensino por investigação como ferramentas pedagógicas para o processo de ensino-aprendizagem, incorporando a participação ativa dos educandos para assimilação dos conceitos essenciais de Bioquímica e Química de Alimentos – aminoácidos, proteínas, carboidratos, lipídeos, vitaminas, minerais, além de sua utilidade no contexto social, ambiental e econômico. A horta na escola proporciona estudos, pesquisas, debates e atividades sobre as questões alimentares, nutricionais e ambientais, estimulando ainda, um trabalho pedagógico dinâmico e participativo, o que favorece e estimula o interesse dos educandos pelo conhecimento químico. Assim, elaborou-se uma proposta didática considerando as necessidades inerentes da turma e as particularidades individuais dos educandos do Ensino Médio da instituição pública Escola Estadual Professora Irene Garrido (Maceió-AL, Brasil). Em todas as perguntas do questionário há diferença significativa nas respostas do pré e pós-teste (fase 1 e fase 2), com evolução superior a 95% sobre o conhecimento, inferido pela metodologia ativa aplicada. Assim concluímos que em tal contexto existem os desafios da utilização das ferramentas propostas no ensino do sistema educacional, entretanto tais metodologias provavelmente se complementam no desenvolvimento de habilidades e competências adquiridos em tal disciplina.


Palavras-chave


Bioquímica/Química de Alimentos; Horta na escola; Ensino por investigação;

Texto completo:

PDF

Referências


GOMES, K.V. G.; et al. Relevância da disciplina bioquímica em diferentes cursos de graduação da UESB, na cidade Jequié. Rev. Saúde. Com. v.2, n.1, 2006, p. 161-168.

FRANCISCO JUNIOR, W.E.; FRANCISCO, W. Proteínas: Hidrólise, precipitação e um tema para o ensino de Química. Química Nova na Escola, n. 23, p. 8-12, maio, 2006.

FREITAS, A. L. P. Bioquímica: do cotidiano para as salas de aula. Centro de Biotecnologia Molecular Estrutural - CBME InFormação, n.11, 2006. Apud.

WANDERLEY, K. A. et al. Pra gostar de química: um estudo das motivações e interesses dos alunos da 8ª série do ensino fundamental sobre Química. Resultados Preliminares. Anais I CNNQ, 2005.

CALIL, P. O. professor-pesquisador no Ensino de Ciências. Coleção Metodologia do ensino de biologia e química, v. 2. Curitiba: Editora IBPEX, 2009.

BRIGHENTI, J. et. al. Metodologias de Ensino-Aprendizagem: Uma Abordagem Sob a Percepção dos alunos. Revista Gestão Universitária na América Latina. São Paulo, p. 1983-4536, 2015.

FERREIRA, Luiz H., HARTWIG, Dácio R., OLIVEIRA, Ricardo C. de. Ensino experimental de química: uma abordagem investigativa contextualizada. Química Nova na Escola. v.32, n.2, 2010. 32(2), 101-106.

BARBOSA, N. V. S. Caderno 1: horta escolar dinamizando o currículo da escola. Brasília: FAO, FNDE, MEC, 2ª ed., 120 p., 2007.

BARBOSA, N. V. S; CHAGAS, C. M. S. Caderno 3: alimentação e nutrição: caminhos para uma vida saudável. Brasília: FAO, FNDE, MEC, 88 p., 2008.

FERREIRA, Luiz H., HARTWIG, Dácio R., OLIVEIRA, Ricardo C. de. Ensino experimental de química: uma abordagem investigativa contextualizada. Química Nova na Escola. v.32, n.2, 2010. 32(2), 101-106.

PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação. (2008). Diretrizes Curriculares de Educação Básica: Química. Curitiba: Imprensa Oficial.

CARDOSO, A. A. S.; MELO, J. V.; ARAÚJO, A.; SANTOS, L. L. P.; ROCHA, R. F. T.; BOGEA, T. H. P. Projeto de horta orgânica para uma unidade escolar da rede pública de ensino do município do Rio de Janeiro, RJ. Revista Presença, v. 2, n. 8, p. 25-36, 2017.

GIL, ANTÔNIO CARLOS, 1946- Como elaborar projetos de pesquisa/Antônio Carlos Gil. - 4. ed. - São Paulo : Atlas, 2002

MARCONI. M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1999.

I-TECH, GUIÃO DE IMPLEMENTAÇÃO TÉCNICA, orientações para Pré e Pós-Teste. Março 2008.

IRALA, C. H.; FERNANDEZ, P. M. Manual para Escolas, A Escola promovendo hábitos alimentares saudáveis. Brasília, 2001.

GIBIN, G. B. F., & SOUZA, M. P. Atividades experimentais investigativas em física e Química: uma abordagem para o ensino médio. São Paulo: Editora Livraria da Física (2016).




DOI: https://doi.org/10.16923/reb.v19i1.943

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

SBBq  BDC   e-revistas   DOI     

Licença Creative Commons The content of this journal is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.