As aventuras de Kreber: jogo digital sobre o metabolismo energético

Frederico José Moreira Baêta, Gabriel Gerber Hornink

Resumo


A Bioquímica e áreas relacionadas têm vários conceitos abstratos e difíceis de serem compreendidos, nesse sentido, desenvolveram-se muitas inovações educacionais, destacando-se os jogos digitais. Os jogos têm um caráter lúdico e motivacional que incentiva os estudantes durante a aprendizagem com uma maneira diferente de aprender. Objetiva-se apresentar a criação e avaliação do jogo digital “As aventuras de Kreber”, no qual se trabalham conceitos envolvidos na formação de ATP. As etapas de criação foram: escolha do sistema de autoria, criação do storyboard; prototipagem, implementação e testes. O jogo foi desenvolvido no Game maker, incluindo três fases, sendo avaliado por 19 estudantes de uma disciplina de Bioquímica, por meio de questionário com princípios de usabilidade e jogabilidade. Em cada fase, o personagem (Kreber) deveria passar por desafios e responder perguntas relacionadas à temática, evitando perder pontos decorrentes dos obstáculos. A partir da avaliação, constatou-se que o jogo apresentou boa usabilidade e jogabilidade, assim como adequada apresentação dos conteúdos. Destacou-se o retorno positivo dos alunos sobre o uso do jogo e reforço sobre os temas abordados em sala de aula, de forma lúdica/divertida. O jogo digital teve boa aceitação pelos estudantes, auxiliando-os na compreensão dos conteúdos abordados.

Palavras-chave


Jogo digital; ATP; Arcade

Texto completo:

PDF

Referências


Valente JA. Diferentes usos do computador na educação. In: Valente JA, organizador. Computadores e Conhecimento: Repensando a Educação. Campinas: Gráfica da UNICAMP; 1993.

Valente JA. O Computador na Sociedade do Conhecimento. Campinas: UNICAMP/NIED; 1999.

Hornink GG. protVirt: simulação da dosagem de proteínas por espectrometria auxiliando as aulas práticas de Bioquímica. REB [periódicos na Internet]. 2016 [acesso em 04 jan 2019]; 14(1):130-141. Disponível em: http://bioquimica.org.br/revista/ojs/index.php/REB/article/view/641.

Galembeck E, Kubo RT, Maedo, DV, Torres, BB. Oxygen consumption by isolated Mitochondria: Software for planning and interpreting experiments. Biochemical Education [periódicos na Internet]. 1998; 26(1):41-43. Disponível em https://doi.org/10.1016/S0307-4412(98)00016-8.

Schönborn KJ, Anderson TR. Bridging the educational research-teaching practice gap: foundations for assessing and developing biochemistry students’ visual literacy. BAMBED [periódicos na Internet]. 2010; [acesso em 04 jan 2019]; 38(5):347-54. Disponível em https://iubmb.onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/bmb.20436.

Santos VJSV, Oliveira EA, Vega Garzón JC, Galembeck E. Desenvolvimento e avaliação de uma ferramenta para diagnóstico de literacia visual, contextualizada no ensino de metabolismo. REB [periódicos na Internet]. 2013 [acesso em 04 jan 2019]; 13(1):54-88. Disponível emL http://bioquimica.org.br/revista/ojs/index.php/REB/article/view/155.

Scatigno A, Torres BB. Diagnósticos e Intervenções no Ensino de Bioquímica. REB [periódicos na Internet]. 2016; [acesso em 04 jan 2019]; 14(1):29-51. Disponível em http://bioquimica.org.br/revista/ojs/index.php/REB/article/view/626.

Nogara PA, Schmitz GL, Eisenhardt LM, Moura BLT, Rocha JBT, Oliveira CS. Perception of undergraduate students of a Brazilian University about the Biochemistry course. REB [periódicos na Internet]. 2018 [acesso em 04 jan 2019]; 16(1):5-24. Disponível em http://bioquimica.org.br/revista/ojs/index.php/REB/article/view/753.

Silveira JT, Rocha JBT. Produção científica sobre estratégias didáticas utilizadas no ensino de Bioquímica: Uma revisão sistemática. REB [periódicos na Internet]. 2016 [acesso em 04 jan 2019]; 14(1):7-21. Disponível em http://bioquimica.org.br/revista/ojs/index.php/REB/article/view/630.

Farkuh L, Leite, CP. Bioquim4x: um jogo didático para rever conceitos de bioquímica. Revista de Ensino de Bioquímica. REB [periódicos na Internet]. 2014 [periódicos na Internet]; 12(2):37-54. Disponível em http://bioquimica.org.br/revista/ojs/index.php/REB/article/view/342.

Amorim AS. A influência do uso de jogos e modelos didáticos no ensino de biologia para alunos de ensino médio. Monografia – graduação [Licenciado em Ciências Biológicas] – Universidade Aberta do Brasil; 2013 [acesso em 04 jan 2019]. Disponível em http://www.uece.br/sate/dmdocuments/bio_beberibe_amorim.pdf.

Rade AV, Borges RMR. Repercussões do uso de jogos como ferramenta didática nas aulas de matemática financeira. Anais da V Mostra de Pesquisa da Pós-Graduação; 2010 Ago 9-10 [acesso em 05 jan 2019]; Porto Alegre, RS. Porto Alegre: PUCRS; 2010.

Randi MAF. Criação, aplicação e avaliação de aulas com jogos cooperativos do tipo RPG para o ensino de Biologia Celular. Campinas. Tese [Doutorado em Biologia Celular e Estrutura] – Universidade Estadual de Campinas; 2011. [acesso em 04 jan 2019]. Disponível em http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317555.

Aranha G. O processo de consolidação dos jogos eletrônicos como instrumento de comunicação e de construção de conhecimento. Ciência & Cognição [periódicos na Internet]. 2004 [acesso em 04 jan 2019]; 3(1):21-62. Disponível em http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/473.

Garzón JCV, Magrini ML, Costa C, Galembeck E. Realidade aumentada no ensino de vias metabólicas. REB [periódicos na Internet]. 2014 [acesso em 04 jan 2019]; 12(2):129-142. Disponível em http://bioquimica.org.br/revista/ojs/index.php/REB/article/view/402.

Oliveira FS, Lacerda CD, Oliveira PS, Coelho, AA, Bianconi, ML. Um jogo de construção para o aprendizado colaborativo de glicólise e gliconeogênese. REB [periódicos na Internet]. 2015 [acesso em 04 jan 2019]; 13(1):45-57. Disponível em http://bioquimica.org.br/revista/ojs/index.php/REB/article/view/535.

Baeta FJ, Cardoso JS, Marinho GB, Bertoldi ML, Maciel B, Vilela APD, Gramacho J, Hornink GG. As aventuras de Kreber. v.1. [software]. 2019 [acesso em 04 fev 2019]. Disponível em: http://educapes.capes.gov.br/handle/capes/431974.

Pinto LT. O uso dos jogos didáticos no ensino de ciências no primeiro segmento do ensino fundamental da rede municipal pública de duque de caxias. Nilópolis. Dissertação [Mestrado em Ensino de Ciências] – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro; 2009.

Nielsen J. Usability engineering. San Franciso: Morgan Kaufmann Publichers Inc.; 1993.

Yogo games. Game Maker [S.I]: YoyoGames; 2019 [acesso em 04 fev 2019]. Disponível em https://www.yoyogames.com/gamemaker.

Rocha HV, Baranauskar MCC. Design e Avaliação de Interfaces Humano-computador. Campinas: NIED/UNICAMP, 2013.

Likert RA. Technique for the measure of attitudes. Archives of Psychology, 140: 52, 1932. In: Sax G. Principles of educational and psychological measurement and evaluation. Belmont: Wadsworth Publishing Company; 1989. p. 491.

Nielsen J, Loranger H. Usabilidade na Web. Rio de Janeiro: Elsevier; 2007.

Nielsen J. How to conduct a heuristic evaluation. Fremont: Nielsen Norman Group; 1995. [Acesso em 04 jan 2019]. Disponível em: https://www.nngroup.com/articles/how-to-conduct-a-heuristic-evaluation.




DOI: https://doi.org/10.16923/reb.v17i1.863

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

SBBq  BDC   e-revistas   DOI     

Licença Creative Commons The content of this journal is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.