Vídeos educacionais de curta duração para o ensino de Bioquímica

Patrícia Santos de Oliveira, Felipe Sales de Oliveira, Caroline Dutra Lacerda, Ana Amália Coelho, Maria Lucia Bianconi

Resumo


Vídeos educacionais de curta duração (até 5 minutos), de conteúdos distintos, estão sendo criados no Laboratório de Biocalorimetria (LaBioCal) do IBqM/UFRJ e depositados no canal “Tempo de Ciência” do YouTube (https://www.youtube.com/playlist?list=PLJO7zS-49NtHJXZr1zpunle40HxKb3BEz). Os vídeos estão sendo criados com a ferramenta PowToon com áudio previamente gravado pelo programa Audacity, ambos na versão livre. Os vídeos são utilizados, atualmente, pelos alunos do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do CEDERJ e estão disponíveis ao público em geral. Devido a uma atualização dos mesmos, a publicação foi refeita recentemente, levando o contador a reiniciar a contagem de visualizações. Dessa forma, os vídeos têm de cerca de 200 a 400 visualizações no momento desta inscrição. O objetivo é introduzir um tema que deve ser visualizado antes da aula teórica mas, também, permitir a visualização do mesmo após a aula, como uma forma de revisão do conteúdo. As vantagens de um vídeo de curta duração é a de permitir melhor assimilação, já que o espectador mantém sua atenção, e revisão contínua, já que o espectador tem o domínio das pausas e continuidades que ocorrem a seu tempo. A aceitação dessa ferramenta educacional pelos alunos tem sido muito grande, como observado em relatos espontâneos enviados por email.  Uma avaliação formal está sendo feita por um formulário online (em andamento).


Palavras-chave


Vídeos educacionais; educação em bioquímica; Tempo de Ciência

Texto completo:

PDF

Referências


Spindola MM, Balbinot A, Caten CT, Timm MI e Zaro MA. A study of brain reaction to spatial stimuli in students with different background knowledge. Ciências & Cognição. 2010; 15(3): 023-032.

Filatro A. Design instrucional na prática. Pearson, Ed., 2008.

Hardiman M e Denckla MB. The Science of Education: Informing Teaching and Learning through the Brain Sciences [The Dana Foudation]. 2009. Acesso em 30 de Novembro de 2017. Disponível em: http://www.dana.org/news/cerebrum/detail.aspx?id=23738

Rosat, R.M.; Timm, M.I.; Zaro, M.A., Meireles, L.O.R.; Spindola, M.; Ponzio, A.M. e Bonini-Rocha, A.C. Emergência da Neuroeducação: a hora e a vez da neurociência para agregar valor à pesquisa educacional. Ciências & Cognição 2010;15(1):199-210.

Felder RM e Silverman LK. Learning and Teaching Styles In Engineering Education. Engr. Education 1988; 78(7): 674–681.

Sanchez LHA, Sanchez OP, Albertin AL. Gestão de recursos do ead: como adequar as tecnologias aos perfis de assimilação. Revista de Administração de Empresas 2015; 55(5): 511-526.

Schönborn KJ e Anderson TR. The importance of visual literacy in the education of biochemists. Biochem. Mol. Biol. Educ. 2006; 34: 94-102.

Locatelli S, Ferreira C, Arroio A. Metavisualization: an important skill in the learning chemistry. Problems of education in the 21st century 2010; 24: 75-83.

Teruya LC, Marson GA, Ferreira CR, Arroio A. Visualization in chemistry education: directions for research and development of educational resources. Quim. Nova. 2013; 36: 561-569.

Costa MJ, Galembeck E, Marson GA, Torres BB. A Quick Guide for Computer-Assisted Instruction in Computational Biology and Bioinformatics. PLoS Comput. Biol. 2008; 4: 1-3.

Fleming SE, Reynolds J e Wallace B. Lights... camera... action! a guide for creating a DVD/video. Nurse Education 2009; 34(3): 118-121.

Silveira MC e Sandrini R. Divulgação científica por meio de blogs: desafios e possibilidades para jornalistas e cientistas. Intexto 2014; 31: 112-127.

Roehl A, Reddy SL, Shannon GT. The Flipped Classroom: An Opportunity To Engage Millennial Students Through Active Learning. Journal of Family and Consumer Sciences 2013; 105 (2): 44-49.




DOI: https://doi.org/10.16923/reb.v15i0.704

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

SBBq  BDC   e-revistas   DOI     

Licença Creative Commons The content of this journal is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.