A construção e a aplicação de modelos didáticos no ensino de Bioquímica

Maximiliano de Souza Zierer

Resumo


Este trabalho descreve como construir e utilizar modelos didáticos como metodologia para um ensino mais criativo na disciplina de Bioquímica. Os alunos são organizados em grupos para discutir a criação, o planejamento e execução dos modelos. Previamente, o professor orienta quanto ao uso de diversos materiais para a sua elaboração e incentiva o uso de materiais de baixo custo. No dia da atividade, realizada em sala de aula, os estudantes confeccionam os seus modelos e são avaliados oralmente pelo professor quanto às funções ou processos representados. No final da aula, é proposta a apresentação por cada grupo, além de uma discussão geral sobre os mesmos. A construção de modelos didáticos é uma metodologia que possibilita tornar a sala de aula um ambiente altamente propício à expressão criativa, permitindo aos discentes desenvolver suas potencialidades, e elevando-os a uma aprendizagem efetiva, significativa e mais duradoura quando comparada aos métodos de ensino tradicionais.

Palavras-chave


modelos didáticos; construção; bioquímica

Texto completo:

PDF

Referências


Voet, D. Bioquímica, 4ª ed., Rio Grande do Sul, Artmed Editora, 2013.

Lehninger, AL.; Nelson, DL. & Cox, MM. Princípios da Bioquímica, 6. ed., Rio Grande do Sul, Artmed Editora, 2014.

Berg, JM; Tymoczko, JL; Stryer, L. Bioquímica, 7ª Ed, Rio de Janeiro, Editora Guanabara Koogan, 2014.

Aversi-Ferreira, TA; Monteiro, CA.; Maia, FA.; Guimarães, APR.; Cruz, MR. Estudo de neurofisiologia associado com modelos tridimensionais construídos durante o aprendizado. Biosci. J., v. 24, n. 1, p. 98-103, 2008.

Ceccantini, G. Os tecidos vegetais têm três dimensões. Revista Brasileira de Botânica, v. 29, n. 2, p. 335-337, 2006.

Freitas, LAM.; Barroso, HFD.; Rodrigues, HG.; Aversi-Ferreira, TA. Construção de modelos embriológicos com material reciclável para uso didático. Biosci. J., v. 24, n. 1, p. 91-97, 2008.

Justina, LAD.; Ferla, MR. A utilização de modelos didáticos no ensino de Genética - exemplo de representação de compactação do DNA eucarioto. Arq Mudi. v.10, n. 2, p. 35-40, 2006.

Lima, MB.; Lima-Neto, P. Construção de modelos para ilustração de estruturas moleculares em aulas de química. Química Nova v. 22, n. 6, p. 903-906, 1999.

Matos, CHC.; Oliveira, CRF; Santos, MPF.; Ferraz, C.F. Utilização de modelos didáticos no ensino de Entomologia. Revista de Biologia e Ciências da Terra v. 9, n. 1, p. 1923, 2009.

Sepel, LMN; Loreto, ELS. Estrutura do DNA em origami- possibilidades didáticas. Genética na Escola, v. 2, n. 1, p. 3-5, 2007.

Orlando, TC.; Lima, AR.; Silva, AM.; Fuzissaki, CN.; Ramos, CL.; Machado. D.; Fernandes, FF; Lorenzi, JCC.; Lima, MA.; Gardim, S.; Barbosa, VC.; Tréz, TA. Planejamento, montagem e aplicação de modelos didáticos para abordagem de Biologia Celular e Molecular no Ensino Médio por graduandos de Ciências Biológicas. Rev. Bras. Ens. Bioq. Biol. Mol., Artigo 1, Edição 1, 2009. Disponível em: https://doi.org/10.16923/reb.v7i1.33

Alencar, EMLS; Fleith, DS. Inventário de práticas docentes que favorecem a criatividade no ensino superior. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 17, n. 1, p. 105-110, 2004.

Alencar, EMLS; Fleith, DS. Escala de práticas pedagógicas para a criatividade no ensino fundamental: estudo preliminar de validação. Interação em Psicologia, v. 11, n. 2, p. 231-239, 2007.

Alencar, EMLS. Criatividade no contexto educacional: três décadas de pesquisa. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 23, n. especial, p. 45-49, 2007.

Alencar, EMLS. O processo da criatividade, São Paulo, Makron Books, 2007.

Barreto, MO. O papel da criatividade no ensino superior. Diálogos & Ciência, v. 5, n. 12, p. 1-13, 2007.

Resende, LP. A formação docente e a sala de aula como espaço de criatividade. Anuário de Produção Acadêmica Docente, v. 3, n. 4, p. 213-224, 2009.

Santeiro, TV.; Santeiro, FRM.; Andrade, IR. Professor facilitador e inibidor da criatividade segundo universitários. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 9, n. 1, p. 95-102, 2004.




DOI: https://doi.org/10.16923/reb.v15i0.691

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

SBBq  BDC   e-revistas   DOI     

Licença Creative Commons The content of this journal is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.