Bioquim4x: um jogo didático para rever conceitos de bioquímica

Laura Farkuh, Catarina Pereira-Leite

Resumo


A disciplina de Bioquímica é definida pelos estudantes como uma disciplina de grau de dificuldade elevado. Por isso, diversas metodologias alternativas de ensino têm sido desenvolvidas na tentativa de ultrapassar a dificuldade dos estudantes perante a disciplina. Entre estas metodologias encontram-se os jogos didáticos, que permitem um equilíbrio entre uma atividade lúdica e a melhoria da aprendizagem e interesse dos alunos pela disciplina. O jogo Bioquim4x é uma proposta alternativa para o ensino de Bioquímica, que visa rever os conceitos transmitidos em sala de aula, estimulando diversas aptidões dos estudantes, como a sua criatividade, e possibilita ainda correlacionar a Bioquímica com eventos diários. A aplicação deste jogo a estudantes de Bioquímica demonstrou o seu potencial como uma atividade didática e lúdica à disposição de estudantes e docentes.


Palavras-chave


Bioquímica; jogo didático; revisão

Texto completo:

PDF

Referências


Beckhauser PF, Almeida EM, Zeni ALB. O universo discente e o ensino de bioquímica. Revista Brasileira de Ensino de Bioquímica e Biologia Molecular 2006; 4(2): 16-22.

Pinheiro TDL, Silva JAd, Souza PRMd, Nascimento MMd, Oliveira HDd. Ensino de Bioquímica para acadêmicos de Fisioterapia: visão e avaliação do discente. Revista Brasileira de Ensino de Bioquímica e Biologia Molecular 2009; 7(1): 25-35.

Vargas LHM. A bioquímica e a aprendizagem baseada em problemas. Revista Brasileira de Ensino de Bioquímica e Biologia Molecular 2001; 1(1): 15-9.

Vieira LQ, Nicoli JR, Prado VF, Santoro MM, Teixeira SMR, Bemquerer M, et al. Abordagem prática para o ensino de Bioquímica. Revista Brasileira de Ensino de Bioquímica e Biologia Molecular 2001; 1(1): 20-6.

Wannmacher CMD. Ensinando Bioquímica para futuros médicos. Revista Brasileira de Ensino de Bioquímica e Biologia Molecular 2001; 1(1): 3-8.

Santos VT, Anacleto C. Monitorias como ferramenta auxiliar para aprendizagem da disciplina bioquímica: uma análise no Unileste-MG. Revista Brasileira de Ensino de Bioquímica e Biologia Molecular 2007; 5(1): 45-52.

Yokaichiya DK, Galembeck E, Torres BB. O que alunos de diferentes cursos procuram em disciplinas extracurriculares de bioquímica? Revista Brasileira de Ensino de Bioquímica e Biologia Molecular 2004; 2(1): 37-44.

Heidrich DN, Angotti JAP. Implantação e avaliação de ensino semipresencial em disciplinas de bioquímica utilizando ambiente virtual de aprendizagem. Revista Brasileira de Ensino de Bioquímica e Biologia Molecular 2010; 8(1): 45-58.

Miquelin AF, Mion RA, Angotti JA. Educação e Tecnologias na Formação de Professores: Possibilidades Dialógicas via Internet. In Anais de V Encontro Nacional de Pesquisa em Educação e Ciências; 2005; Bauru.

Hamamoto T, Kagawa Y. Internet Assisted Learning of Biochemistry in Japan. Biochemical Education 2001; 26(1): 27-9.

Machado MS, Ricardo J, Sugai JK, Figueiredo MSRB, Antônio RV, Heidrich.D.N. Bioquímica Através da Animação. Extensio - Revista Eletrônica de Extensão UFSC 2004; 1(0).

Amorim AS. A influência do uso de jogos e modelos didáticos no ensino de biologia para alunos de ensino médio. Monografia [Licenciatura em Ciências Biológicas] - Universidade Aberta do Brasil. 2013.

Rade AV, Borges RMR. Repercussões do uso de jogos como ferramenta didática nas aulas de matemática financeira. In Anais de V Mostra de Pesquisa da Pós-Graduação; 2010; Porto Alegre.

Moratori PB. Por que utilizar jogos educativos no processo de ensino aprendizagem? Trabalho de conclusão [Mestrado de Informática aplicada à Educação] - Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2003.

Setúval FAR, Bejarano NRR. Os modelos didáticos com conteúdos de genética e a sua importância na formação inicial de professores para o ensino de ciências e biologia. In Anais de Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências; 2009; Florianópolis.

Pinto LT. O uso dos jogos didáticos no ensino de ciências no primeiro segmento do ensino fundamental da rede municipal pública de duque de caxias. Dissertação [Mestrado em Ensino de Ciências] - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. 2009.




DOI: https://doi.org/10.16923/reb.v12i2.342

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

SBBq  BDC   e-revistas   DOI     

Licença Creative Commons The content of this journal is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.