O ensino-aprendizagem online de Bioquímica e as ferramentas de mediação: um estudo de caso

Adriana Oliveira Ferreira, Clauciene Aparecida Lima, Gabriel Gerber Hornink

Resumo


As ferramentas de comunicação online possibilitam aos estudantes novos meios de aprendizagem, sendo importantes instrumentos nos cursos online. Tendo em vista o foco na aprendizagem colaborativa, uma das ferramentas de destaque é o fórum de discussões e cuja compreensão das interações poderá contribuir na melhoria dos cursos online. Este artigo objetiva analisar, em uma disciplina de Bioquímica, as relações online nos fóruns e verificar indícios de sua utilização, assim como de outras ferramentas de comunicação (chats, wiki etc). Todas estas ferramentas são importantes para o ensino-aprendizagem dos estudantes de um curso, sendo que, evidenciou-se maior uso dos fóruns de discussão que propiciaram maior interação entre os estudantes envolvidos. Ressalta-se que os estudantes demonstraram a necessidade de interação entre si para a própria aprendizagem. A contextualização, a problematização e o incentivo ao diálogo foram indicados como um possível caminho para melhoria do ensino online de Bioquímica.

Palavras-chave


ensino de bioquímica, ensino online, interação em fóruns

Texto completo:

PDF

Referências


Castells MA. Sociedade em Rede (A era da informação: economia, sociedade e cultura) v.1. 2.ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

Moore MG. (Ed.). Contemporary issues in american distance education. New York: Pergamon Press; 1990.

Prado MEBB, Valente J A. (2002) A educação a distância possibilitando a formação do professor In: MORAES MC. (org). Educação a distância: fundamentos e práticas. Campinas: Núcleo de Informática Aplicada à Educação/UNICAMP.

Constantino GD. Discurso didáctico electrónico: los modos de interacción discursiva en el aula virtual en contraste con el aula presencial. Rev. Linguagem em (Dis)curso, on-line 2006; 6(2). Disponível em: . Acesso em: 06 de ago. 2007.

Whitehead JP, Pence HE. Using Computers to teach Biochemistry. Biochemistry and Molecular Biology Education 2002; 30(3): 206-207.

Buckley BC. Interactive Multimedia and model-based learning in biology. International Journal of Science Education 2000; 22(9): 895-935.

Brasil. Decreto no 2.494, de 10 de fevereiro de 1998. Regulamenta o art. 80 da Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e dá outras providências.

Hornink GG. Cartografando online: caminhos da informática na escola com professores que elaboram conhecimentos em formação contínua. Campinas. 306f.. Tese (doutorado em ciências) – Instituto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas, 2010.

Brasil. Decreto no 5.622, de 19 de dezembro e 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

Campos FCA, Santoro FM, Borges MRS, Santos N. Cooperação e aprendizagem on-line. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

Leite TM. O ambiente virtual de aprendizagem Moodle na prática docente: conteúdos pedagógicos. Versão Digital, 2006. Disponível em: http://www.virtual.unifesp.br/cursos/oficinamoodle/textomoodlevvirtual.pdf. Acesso: 08 de jun. 2013.

Yokaichiya DK. O ensino a distância aplicado a uma disciplina de bioquímica – bioquímica da nutrição. Dissertação de Mestrado [Bioquímica], Universidade Estadual de Campinas. 2001.

Zacharias VLCF. Vygotsky e a educação, 2007. Disponível em: . Acesso em: 12 de abr. 2009.

Ferraz PFO, Campos RS, Silva EJ, Silva RB, Balbino RR, Souza MM, Hornink GG. InMapMoodle, 2012. Patente: Programa de Computador. Número do registro: 014120000886. Título: “inMapMoodle”, Instituição de registro: INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial.

Likert RA. A technique for the measure of attitudes. Archives of Psychology 1932; 140: 52.




DOI: https://doi.org/10.16923/reb.v12i1.287

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

SBBq  BDC   e-revistas   DOI     

Licença Creative Commons The content of this journal is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.